Jornal Vascular Brasileiro
https://jvascbras.org/article/doi/10.1590/S1677-54492008000400009
Jornal Vascular Brasileiro
Review Article

Correlações técnicas e ocupacionais da radiologia intervencionista

Occupational and technical correlations of interventional radiology

Edvaldo de Souza; José Paravidino de Macedo Soares

Downloads: 0
Views: 222

Resumo

A radiologia diagnóstica é a área da física médica relacionada ao uso de raios X para a obtenção de informações anatômicas e funcionais do corpo humano. As técnicas associadas a essa área utilizam tubos de raios X como fontes de radiação, filmes para o registro das informações, sistemas de monitoração por televisão e equipamentos que digitalizam as imagens utilizando computadores. Os equipamentos de fluoroscopia são considerados fontes artificiais de radiação ionizante e são utilizados para a realização de exames e procedimentos nas doenças vasculares. O objetivo deste estudo foi analisar criticamente os métodos de proteção em relação à radiação emitida pela fluoroscopia utilizados pelos profissionais que lidam com a radiologia intervencionista no ambiente hospitalar. Foi realizada uma análise crítica das atitudes de proteção tomadas pelos profissionais engajados nos procedimentos da radiologia intervencionista a partir da revisão bibliográfica realizada em livros-textos e em revistas periódicas indexadas no MEDLINE, nas línguas portuguesa, inglesa, francesa e espanhola, no período de 1966 a 2005, conforme os princípios e as normas de segurança de proteção radiológica norteadas pela Portaria 453/98 do Ministério da Saúde e a norma da Comissão Nacional de Energia Nuclear NN-3.01 do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Palavras-chave

Radiação ionizante, radiologia intervencionista, fluoroscopia, proteção radiológica, raios X

Abstract

Diagnostic radiology is a field of physical medicine that uses X rays to obtain functional and anatomical information on the human body. The techniques associated to this area use X ray tubes as radiation sources, films to record information, and monitoring systems using television and computers for the digitalization of images. Fluoroscopic equipment is considered as artificial springs of ionizing radiation and is used in diagnostic exams and procedures of vascular illnesses. The objective of this study was to critically analyze the protection methods regarding the radiation emitted by fluoroscopy used by professionals dealing with interventional radiology in a hospital environment. An evaluation of protection methods adopted by professionals directly involved in procedures of interventional radiology was performed based on extensive literature review of textbooks and medical journals indexed on MEDLINE in Portuguese, English, French, and Spanish from 1966 to 2005. It is in accordance with the radiological protection security norms and regulations guided by Edict 453/98 of the Brazilian Department of Health and the National Commission of Nuclear Energy NN-3.01 of the Brazilian Department of Science and Technology.

Keywords

Radiation, ionizing, interventional radiology, fluoroscopy, radiation protection, X rays

References

Cotran RS, Kumar V, Robbins SL. Patologia estrutural e funcional. Patologia ambiental: lesão por irradiação. 1991:387-434.

Soares JC. Princípios básicos de física em radiodiagnóstico. 2002.

Atribuições do especialista em radiodiagnóstico. .

Medeiros RB. Proteção radiológica em procedimentos com fluoroscopia. 03/0.

Oliveira SR, Azevedo ACP, Carvalho ACP. Elaboração de um programa de monitoração ocupacional em radiologia para o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Radiol Bras. 2003;36:27-34.

Azevedo ACP. Radioproteção em serviços de saúde. .

Kaude J, Svahn G. Absorbed, gonad and integral doses to the patient and personnel from angiographic procedures. Acta Radiol Diagn (Stockh). 1974;15:454-64.

Wholey MH. Clinical dosimetry during the angiographic examination: comments on coronary arteriography. Circulation. 1974;50:627-31.

Santen CB, Kan K, Velthuyse HJ, Julius HW. Exposure of the radiologist to scattered radiation during angiography. Radiology. 1975;115:447-50.

Gustafsson M, Lunderquist A. Personnel exposure to radiation at some angiographic procedures. Radiology. 1981;140:807-11.

Mostafa G, Sing RF, McKeown R, Huynh TT, Heniford BT. The hazard of scattered radiation in a trauma intensive care unit. Crit Care Med. 2002;30:574-6.

Serviço de Proteção Radiológica. 29/0.

Cunha PG, Freire B, Drexler G. Occupational exposure in X Ray diagnosis in Brazil. Radiat Prot Dosimetry. 1992;43:55-8.

Medeiros RF. Padronização da técnica de cateterismo cardíaco visando à proteção radiológica. . 2001.

Portaria 453, 1 jun. 1998: Diretrizes de proteção radiológica em radiodiagnóstico médico e odontológico. Brasília: Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 02 j:29.

Ishiguro H. Concept and application of optimization for radiological protection. . .

Portaria 485, 11 nov. 2005. NR 32: Segurança e saúde no trabalho em serviços de saúde. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 16 n:80.

Gronchi CC. Exposição ocupacional às radiações ionizantes nos serviços de hemodinâmica. 2004.

Dietze G, Menzel HG. Aspects of ICRP 60 and ICRU 47 relevant to individual monitoring of external exposure. Radiat Prot Dosimetry. 1994;54:167-73.

Resolução 27, 6 jan. 2005: Diretrizes básicas de proteção radiológica. Norma CNEN-NN-3.01. .

Wyart P, Dumant D, Gourdier M, Nassar F, Bouthillon JC, Chestier Y. Contribution of self-surveillance of the personnel by electronic radiation dosimeters in invasive cardiology. Arch Mal Coeur Vaiss. 1997;90:233-8.

Portaria 518, 7 abr. 2003: Atividades e operações perigosas com radiações ionizantes ou substâncias radioativas: atividades/áreas de risco. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 07 a:104.

Araújo GM. Normas regulamentadoras comentadas: Legislação de segurança e saúde no trabalho. NR 16: atividades e operações perigosas. Anexo: atividades e operações perigosas com radiações ionizantes e substâncias radioativas. 2005;1:806-11.

Trabalhador: CLT - Consolidação das Leis Trabalhistas. Título II: Das normas gerais de tutela do trabalho. 07/1.

Pitt E, Schalch D, Scharmann A. Results of a comparative study on different personnel dosemeters. Radiat Prot Dosimetry. 1986;17:57-61.

Ban N, Nakaoka H, Haruta R. Development of a real-time hand dose monitor for personnel in interventional radiology. Radiat Prot Dosimetry. 2001;93:325-9.

Manual do usuário. 31/0.

Medeiros RF. Monitoração pessoal em hemodinâmica. . 03/0.

Araújo GM. Normas regulamentadoras comentadas: Legislação de segurança e saúde no trabalho. NR 06: equipamentos de proteção individual - EPI. 2005;1:259-90.

Araújo GM. Normas regulamentadoras comentadas: Legislação de segurança e saúde no trabalho. NR 09: programa de prevenção de riscos ambientais. 2005;1:335-58.

Balter S. Radiation safety in the cardiac catheterization laboratory: operational radiation safety. Catheter Cardiovasc Interv. 1999;47:347-53.

Araújo GM. Normas regulamentadoras comentadas: Legislação de segurança e saúde no trabalho. NR 15: atividades e operações insalubres. 2005;1:565-77.

. .

Boreham DR. Cellular defense mechanisms against the biological effects of ionizing radiation. . .

Cohen RV, Aldred MA, Paes WS. How safe is ERCP to the endoscopist?. Surg Endosc. 1997;11:615-7.

Araújo GM. Normas regulamentadoras comentadas: Legislação de segurança e saúde no trabalho. NR 07: programa de controle médico de saúde ocupacional. 2005;1:291-330.

5ddd46ac0e88255c4d1da3e9 jvb Articles
Links & Downloads

J Vasc Bras

Share this page
Page Sections